Governo japonês oficializou a inclusão do Brasil na lista de países aos quais se aplicará restrição de entrada no Japão

O Consulado-Geral do Brasil em Tóquio informa que o governo japonês oficializou a inclusão do Brasil na lista de países aos quais se aplicará restrição de entrada no Japão.

A medida restritiva passa a vigorar em 3 de abril e constitui medida excepcional, temporária, inserida no contexto dos esforços mundiais para contenção da propagação do Novo Coronavírus (Covid-19).

Segue abaixo, síntese da comunicação:

Aos portadores de visto de reentrada (inclusos os portadores de visto de reentrada especial) que saíram do país até a data de 02 de abril, e que são portadores de visto de “residente permanente”, “cônjuge ou filho de japonês”, “cônjuges e filhos de portador de visto de residente permanente” , “residente de longa permanência” (inclusos cônjuges e filhos de japoneses que não portem a situação de residente) serão considerados, via de regra, casos especiais.

Após o dia 03 de abril, os portadores de vistos de reentrada que saírem do Japão, e que se enquadrem nos tipos de visto descritos na condição acima, serão considerados, em princípio, ausentes de motivo especial para reentrada e consequentemente serão proibidos de desembarcar no Japão. Caso seja residente neste país, evite viajar para países onde o desembarque é proibido.